domingo, 27 de janeiro de 2013

No meu copo 301 - Reservas Sogrape revisitados

Douro Sogrape Reserva 2002; Dão Sogrape Reserva 2000; Alentejo Sogrape Reserva 2000


Para marcarmos a viragem do ano, de mais um aniversário das Krónikas Viníkolas e também da terceira centena de posts dedicados à degustação de vinhos, reservámos para o fim da terceira centena e início da quarta a descrição de duas provas com vinhos do universo Sogrape, um verdadeiro must neste blog.

Depois da prova fantástica dos vinhos de topo da Casa Ferreirinha, descrita no post anterior, começamos esta nova centena regressando a um dos nossos clássicos, sobre o qual temos falado regularmente ao longo destes anos e que tantas saudades nos deixou. Trata-se dos extintos Reservas da Sogrape, que eram produzidos no Douro, no Dão e no Alentejo e que foram abandonados em favor do portefólio da Casa Ferreirinha, da Quinta dos Carvalhais e da Herdade do Peso.

Como para nós eram vinhos de paixão, ainda conseguimos conservar algumas garrafas das últimas produções que encontrámos no mercado e, sempre que por um acaso deparamos com algumas destas garrafas por aí, tratamos de adquiri-las. As últimas foram do Alentejo Reserva 2000, na Garrafeira São João, em S. Domingos de Benfica, que permitiram fazer um repasto repartido pelos Reservas das três regiões, depois de em 2011 termos conseguido adquirir 3 garrafas do Dão Reserva numa garrafeira de Loulé. Reservámo-los para acompanhar um magnífico javali estufado, mais uma vez fornecido pelo nosso caçador de serviço, a quem fica aqui o agradecimento público pela peça colocada à nossa disposição.

Desta vez aproveitei para fazer uma prova “quase cega” com os restantes comensais, que desta vez reuniram o pleno. Sabia-se quais eram os vinhos em prova, mas não se sabia qual era qual porque os decantei antecipadamente, pelo que a identificação teria de ser feita pela cor, pelo aroma e pelo sabor. Houve quem tentasse ir lá pela idade da cada um, mas a diferença não era suficiente para os distinguir por esse lado.

No conjunto revelaram-se todos ainda em excelente condição. No copo o Alentejo Reserva apresentou-se com tons acastanhados, mesmo acobreados, talvez a querer dizer que já não daria muito mais. O aroma também pareceu denunciar que estava no limite da longevidade e que a partir daqui será o declínio, pelo que este é o momento certo para queimar os últimos cartuchos. Curiosamente, na boca apresentou-se muito pujante, sendo o mais vibrante e o que mais se adequou ao javali, uma peça de caça que pedia um vinho daqueles, tendo respondido em pleno e consumando o melhor casamento entre comida e vinho.

O Dão Reserva foi o mais delicado mas apagou-se com aquela comida. Mas é um vinho muito bem feito e elegante, com taninos presentes mas muitíssimo correctos, um vinho com tudo no sítio. Uma autêntica orquestra afinada. Nas últimas provas comparativas, curiosamente, o Dão Reserva mostrava-se ainda algo rústico na comparação com o Douro Reserva e mesmo sendo mais velho aparecia sempre mais robusto. Agora estes últimos exemplares parecem ter chegado ao patamar da suavidade que caracteriza os grandes clássicos do Dão.

O Douro Reserva mostrou-se um Douro clássico: aromático e frutado, pujante e persistente, mas com os taninos bem amestrados e em sintonia com a restante estrutura.

Em suma, três vinhos muito bem feitos, verdadeiros e que reflectem o carácter das respectivas regiões e que, como não nos cansámos de referir, nos deixam muitas saudades.

Recordamos aqui as anteriores provas realizadas.

- Douro Sogrape Reserva 2002
- Douro 2001; Dão 2000; Alentejo 2001; Alentejo 2000
- Douro Sogrape Reserva 2001
- Douro Sogrape Reserva 2000
- Dão Sogrape Reserva 2000
- Dão Sogrape Reserva 1999
- Bairrada Sogrape Garrafeira 1999
- Alentejo Sogrape Reserva 2000
- Quatro Regiões 1997 (1) e (2)

Kroniketas, enófilo em tempo de celebração com o resto da cambada toda

Produtor: Sogrape Vinhos

Vinho: Douro Sogrape Reserva 2002 (T)
Região: Douro
Grau alcoólico: 13%
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca
Último preço: 10,98 €
Nota (0 a 10): 8,5

Vinho: Dão Sogrape Reserva 2000 (T)
Região: Dão
Grau alcoólico: 12,5%
Último preço: 9,89 €
Nota (0 a 10): 8

Vinho: Alentejo Sogrape Reserva 2000 (T)
Região: Alentejo (Vidigueira)
Grau alcoólico: 14%
Castas: Aragonês, Alfrocheiro
Último preço: 9,24 €
Nota (0 a 10): 8

Sem comentários: