domingo, 22 de novembro de 2015

No meu copo 492 - Casa da Ínsua branco 2014; Casa da Ínsua rosé 2013

Voltamos ao Dão, para uma prova de mais uma marca antiga que andou desaparecida durante algum tempo.

A Casa da Ínsua, antiga casa senhorial do século XVIII, actualmente é um hotel de charme situado em Penalva do Castelo, propriedade dos Empreendimentos Turísticos Montebelo, do grupo Visabeira, e dentro dos seus vastos jardins estão situadas as vinhas donde provêm as uvas para os vinhos que produz.

Nesta ocasião tivemos oportunidade de provar um branco e um rosé. Os tintos ficam para mais tarde.

O branco agradou à generalidade dos provadores. Apresentou-se com uma cor citrina, elegante, com aroma complexo com notas de frutos do pomar. Na boca mostrou-se encorpado, macio, estruturado, persistente e com final marcadamente mineral. Um vinho para agradar com entradas ou pratos de peixe com algum requinte. Não é um simples vinho de Verão mas um vinho para apreciar com tempo e a companhia adequada à mesa.

Quanto ao rosé, foi uma decepção: chato, doce, sem acidez, liso e desinteressante. A cor é marcadamente rosada concentrada, o aroma limpo mas na boca torna-se enjoativo. Um resultado francamente mal conseguido.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Região: Dão
Produtor: Empreendimentos Turísticos Montebelo

Vinho: Casa da Ínsua 2014 (B)
Grau alcoólico: 13%
Castas: Encruzado, Sémillon
Preço no produtor: 5,10 €
Nota (0 a 10): 7,5

Vinho: Casa da Ínsua 2013 (R)
Grau alcoólico: 13%
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz
Preço no produtor: 5,10 €
Nota (0 a 10): 4

Sem comentários: