domingo, 7 de abril de 2013

No meu copo 308 - Borges, Alvarinho 2009; Soalheiro, Alvarinho 2011


Os bons vinhos são sempre bons para beber, em qualquer ocasião. Fala-se de vinhos de Verão, vinhos de Inverno... Tintos leves para o Verão e mais estruturados e pujantes para o Inverno, brancos leves ou rosés para o Verão, brancos encorpados e estagiados em madeira para o Inverno...

Mas que dizer destes dois Alvarinhos? Vão bem à mesa em qualquer ocasião e em qualquer estação. O mínimo que se pode esperar deles... é que brilhem!

O Borges é produto duma casa com grande e velha tradição no país, da qual se aguarda sempre vinhos de elevada qualidade e este não foge à regra. Já com 3 anos de meio de idade após a colheita, apresentou-se com enorme frescura, muito equilibrado e mantendo a frescura na boca, com notas aromáticas tropicais típicas da casta embora com uma certa contenção, sem grande exuberância. Elegante e persistente, confirmou as impressões duma outra prova que tínhamos feito há alguns anos. É seguramente um vinho a repetir sempre que possível. Fez-me lembrar o perfil do Palácio da Brejoeira pela elegância apresentada e pela contenção no aroma.

Do Soalheiro o que se pode dizer é que vai surpreendendo ano após ano. Um produtor mais recente mas que tem visto o seu nome cada vez mais badalado na região dos vinhos verdes, produzindo espumantes a par com Alvarinhos de enorme frescura e exuberância aromática, frescos, gulosos, apelativos, versáteis, prontos para beber quase sempre e com quase tudo.

Um mais discreto e elegante, o outro mais vivo e apelativo, a verdade é que se trata de dois grandes Alvarinhos que merecem ser conhecidos, provados e bebidos sem hesitação. Que bela parelha fizeram!

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Borges, Alvarinho 2009 (B)
Região: Vinhos Verdes (Monção)
Produtor: Sociedade dos Vinhos Borges
Grau alcoólico: 13%
Casta: Alvarinho
Preço em feira de vinhos: 9,95 €
Nota (0 a 10): 8,5

Vinho: Soalheiro, Alvarinho 2011 (B)
Região: Vinhos Verdes (Melgaço)
Produtor: Vinusoalleirus
Grau alcoólico: 12,5%
Casta: Alvarinho
Preço em feira de vinhos: 8,35 €
Nota (0 a 10): 8,5

Sem comentários: