sexta-feira, 31 de agosto de 2018

No meu copo 698 - Titular: tinto 2014; branco 2015

A Caminhos Cruzados é uma empresa de origem familiar, situada na zona de Nelas, que tem vindo a ganhar espaço entre os produtores do Dão com excelentes vinhos, dos quais o maior destaque vai para um branco de excelência, o Teixuga, que já tivemos oportunidade de provar, mas ainda não de degustar à mesa.

Este par branco e tinto de que aqui se fala situam-se na gama média/média-baixa. Nesta marca existem várias versões monocasta, tanto nos brancos como nos tintos, e um tinto Reserva. Estas serão, portanto, as versões colheita mais simples. E assim se apresentaram.

O tinto 2014, com um lote típico da região, mostrou-se algo linear e simples na boca, com aroma discreto e final curto, delicado mas com alguma falta de estrutura, que o beneficiaria.

No caso do branco 2015, igualmente com um trio muito típico de castas, mostrou um aroma floral com mineralidade, boa acidez e frescura na boca, com estrutura e final de intensidade média.

No conjunto, melhor o branco, mais próximo do que é a região, do que o tinto, a que pareceu faltar algo mais.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Região: Dão
Produtor: Caminhos Cruzados

Vinho: Titular 2014 (T)
Grau alcoólico: 13%
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro
Preço em feira de vinhos: 3,99 €
Nota (0 a 10): 7

Vinho: Titular 2015 (B)
Grau alcoólico: 13%
Castas: Encruzado, Malvasia Fina, Bical
Preço em feira de vinhos: 3,99 €
Nota (0 a 10): 7,5

Sem comentários: