segunda-feira, 20 de agosto de 2018

No meu copo 695 - Luís Pato Vinhas Velhas 2004

Quem tem pachorra para nos ler sabe que gostamos de vinhos velhos. E que gostamos de vinhos da Bairrada. E que gostamos ainda mais de vinhos velhos da Bairrada. E que gostamos particularmente dos de Luís Pato, o “Senhor Baga”.

É dum destes que aqui se fala. Há umas colheitas mais recentes em casa, mas este foi considerado como estando na hora de ir para o copo.

Temos bebido grandes vinhos de Luís Pato, que têm sempre a capacidade de nos surpreender, mas desta vez não foi o caso. Talvez estivesse num patamar de evolução menos favorável – é sabido que os vinhos têm ciclos com altos e baixos mesmo dentro da garrafa, mas como nós não estamos dentro da garrafa só podemos sabê-lo depois de a termos aberto. E como voltar a pôr o vinho na garrafa não é opção, há que bebê-lo como estiver.

Não estava estragado, passado, morto, oxidado, demasiado evoluído, nada disso. Apenas pouco expressivo, com os aromas muito discretos, acidez pouco vincada. Os taninos redondos mas talvez demasiado escondidos. Algo liso e com final discreto.

Vinificado em cubas de inox durante 10 dias, foi amadurecido em pipos usados (de 650 L) durante 12 meses.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Luís Pato Vinhas Velhas 2004 (T)
Região: Bairrada
Produtor: Luís Pato
Grau alcoólico: 13,5%
Casta: Baga
Preço: 10,39 €
Nota (0 a 10): 7,5

Sem comentários: