terça-feira, 19 de junho de 2018

No meu copo 681 - Pêra-Manca branco 2005

Passados anos, voltei a cruzar-me com esta versão em branco deste vinho emblemático da Fundação Eugénio de Almeida.

É sempre um vinho que se bebe com elevada expectativa, mas neste caso esperou tempo demais. Se os tintos velhos me deliciam, com os brancos não se passa o mesmo.

A cor era quase de mel, a frescura já se foi embora, o corpo também fazia lembrar mel, mas eram evidentes as notas de redução.

Há um ponto limite nos brancos a partir do qual o perfil muda completamente, e não é nesse que me sinto de todo confortável.

Dado o custo do vinho, é demasiado tempo na garrafa, acabando por se perder o melhor que ele tem para dar.

São gostos, e este não é o meu. Da próxima vez será um bem mais novo.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Pêra-Manca 2005 (B)
Região: Alentejo (Évora)
Produtor: Fundação Eugénio de Almeida - Adega da Cartuxa
Grau alcoólico: 13%
Castas: Antão Vaz, Arinto
Preço em feira de vinhos: 26,29 €
Nota (0 a 10): 7,5

Sem comentários: