quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

No meu copo 650 - Caladessa Escolha branco 2014; Caladessa Escolha tinto 2012

Duma combinação de castas que mistura várias origens regionais nasceram estes dois vinhos da Herdade da Calada com a designação Escolha.

No caso do branco “importou-se” o Alvarinho para fazer o lote com o Arinto e o Fernão Pires. Acontece que, não obstante a marcada acidez das castas, em especial o Alvarinho e o Arinto, essa característica não estava evidente dentro da garrafa. O aroma mostrou-se discreto, com notas de citrinos e alguma fruta branca, o vinho pouco expressivo e exuberante na boca, o final curto.

No caso do tinto, foi-se buscar a Touriga Nacional para lotear com a Tinta Caiada e o Alfrocheiro. Resultou um vinho elegante e suave, de aroma discreto com predominância a frutos vermelhos e persistência média.

Feito o balanço, ambos ficaram aquém das expectativas e de alguma forma desiludiram. Precisarão, provavelmente, duma segunda oportunidade.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Região: Alentejo (Évora)
Produtor: Herdade da Calada

Vinho: Caladessa Escolha 2014 (B)
Grau alcoólico: 13,5%
Castas: Alvarinho, Arinto, Fernão Pires
Preço: 9,50 €
Nota (0 a 10): 7

Vinho: Caladessa Escolha 2012 (T)
Grau alcoólico: 14,5%
Castas: Tinta Caiada, Alfrocheiro, Touriga Nacional
Preço: 7,11 €
Nota (0 a 10): 7,5

Sem comentários: