domingo, 31 de maio de 2015

No meu copo 457 - Douro Messias Reserva 2004

Falamos agora de outro vinho com 10 anos depois da colheita, desta vez do Douro e das Caves Messias, que são uma presença frequente nas nossas provas de vinhos velhos da Bairrada.

Este vinho foi produzido na Quinta do Cachão (em Ferradoza, próximo de São João da Pesqueira – sub-região do Cima Corgo), que dá o nome a uma das marcas das Caves Messias no Douro. Elaborado com desengace total das uvas e estágio em tonéis novos de carvalho francês, apresentou-se com uma cor rubi intensa, aroma a frutos vermelhos e frutos secos, muito suave, elegante e equilibrado na boca, com persistência média. Tudo bem balanceado, sem sinais de declínio, apresentando ainda muita frescura na prova. O álcool é ajuizado e não incomoda, não se sobrepõe nem se impõe no conjunto. A madeira e os taninos praticamente não se sentem, estando muito discretos e moderados.

Mais um vinho que aguentou bem a prova do tempo, não perdendo nada com a guarda durante quase 7 anos após a compra. Muito bem. Gostava de encontrar uma versão recente semelhante a esta. Tendo em conta que foi adquirido no Algarve, numa garrafeira da Praia da Rocha, no próximo Verão irei lá passar para ver se há mais.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Messias Reserva 2004 (T)
Região: Douro
Produtor: Sociedade Agrícola e Comercial dos Vinhos Messias
Grau alcoólico: 13,5%
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinto Cão
Preço (em Agosto de 2008): 5,99 €
Nota (0 a 10): 8

Sem comentários: