sábado, 3 de janeiro de 2015

No meu copo 425 - Julian Reynolds 2006

Iniciamos o ano da melhor forma com este belíssimo tinto. Este foi apenas o segundo vinho desta casa que provei, depois de há uns anos ter provado o Gloria Reynolds 2004. Tomei contacto com ele numa edição da Revista de Vinhos, em 2011, e a surpresa foi tal que quando o reencontrei voltei a comprá-lo.

Depois de provar mais duas ou três garrafas, as impressões mantiveram-se. Trata-se dum excelente vinho, muito vivo e apelativo na boca, robusto e ao mesmo tempo elegante, encorpado e bem estruturado, persistente e com um toque a especiarias, com uma acidez refrescante, taninos muito sedosos e elegantes.

É mais um bom exemplo de como se pode fazer um vinho com robustez e elegância, sem ser uma bomba de fruta e extracção, muita madeira e muito álcool. Tem isso tudo mas apenas na medida necessária, tudo na conta certa. E o preço é excelente para a qualidade que tem.

Boa compra? Não: excelente compra! Entrou de imediato (e de caras) para a nossa lista de sugestões.

Kroniketas, enófilo esclarecido


Vinho: Julian Reynolds 2006 (T)
Região: Alentejo (Arronches - Portalegre)
Produtor: Julian Cuellar Reynolds
Grau alcoólico: 13,5%
Castas: Alicante Bouschet, Aragonês, Trincadeira, Syrah
Preço em hipermercado: 6,99 €
Nota (0 a 10): 8,5

Sem comentários: