terça-feira, 30 de dezembro de 2014

No meu copo 424 - Porta da Ravessa Reserva 2013; ACR Reserva 2010

Para fechar o ano descemos até ao Redondo, continuando nas adegas cooperativas. Estes dois tintos foram uma estreia nas nossas provas, e tínhamos alguma curiosidade em conhecê-los, pois nos últimos anos temos andado algo afastados dos vinhos do Redondo, com excepção de alguns produzidos pela Roquevale.

O Porta da Ravessa Reserva mostrou-se eminentemente frutado mas com os aromas ainda algo desligados, indefinidos. Algo simples e linear na boca, com final curto e medianamente encorpado. Claramente um vinho a precisar de tempo na garrafa, pelo que esta prova não terá sido de todo conclusiva.

Já o ACR Reserva, da colheita de 2010 (curiosamente com as mesmas castas do Porta da Ravessa Reserva à excepção do Cabernet Sauvignon), mostrou-se mais acabado, mais integrado e bem mais harmonioso. Bem estruturado, cheio e persistente, com aroma marcado a frutos vermelhos e alguma complexidade.

Em suma, dois vinhos baratos mas com perfis bastante diferentes, talvez muito diferenciados pelo tempo em garrafa. A rever, pois esta dupla prova não foi claramente conclusiva...

E com isto desejamos a todos um bom ano de 2015, de preferência com bons vinhos.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Região: Alentejo (Redondo)
Produtor: Adega Cooperativa de Redondo

Vinho: Porta da Ravessa Reserva 2013 (T)
Grau alcoólico: 13,5%
Castas: Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon
Preço em feira de vinhos: 3,99 €
Nota (0 a 10): 7

Vinho: ACR Reserva 2010 (T)
Grau alcoólico: 14%
Castas: Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet
Preço em feira de vinhos: 3,89 €
Nota (0 a 10): 8

Sem comentários: