terça-feira, 13 de agosto de 2013

No meu copo 331 - Mateus Rosé Emotions, Aragonês 2012

Mais tarde ou mais cedo este tinha que nos vir parar no copo. E veio justamente na ocasião que parecia mais adequada: fim de tarde de Verão, bem fresquinho, à beira da piscina, com uns petisquinhos a acompanhar.

Ao contrário da tendência um bocado generalizada em Portugal, que tende a minimizar e desvalorizar o Mateus Rosé, por alguma razão ele é o vinho português mais vendido no estrangeiro e representa “apenas” 20% do volume de vendas da Sogrape. A verdade é que, como qualquer outro vinho e como os rosés em particular, ele deve ser apreciado da forma para a qual foi concebido.

Esta versão modernizada do velho Mateus, chamada Emotions, um monocasta de Aragonês, que pretende apelar às emoções, enquadra-se perfeitamente nos prazeres de Verão. Vinho frutado, refrescante, leve sem ser chato, ligeiramente adocicado mas sem se tornar cansativo, não sei se foi pelo meu estado de espírito mas caiu-me muito bem e soube melhor. Afinal, se o objectivo é ligar com as emoções, resultou.

Beba-se despreocupadamente, admirando a sua cor salmonada mas sem cuidar de encontrar os aromas de morango ou florais que se vão desprendendo do copo, e desfrute-se dele para ter momentos agradáveis. Não é isso, afinal, o que procuramos quando bebemos?

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Mateus Emotions, Aragonês 2012 (R)
Região: Sem denominação
Produtor: Sogrape Vinhos
Grau alcoólico: 10,5%
Casta: Aragonês
Preço em hipermercado: 2,99 €
Nota (0 a 10): 7

Sem comentários: