quinta-feira, 28 de março de 2013

No meu copo 307 - Luís Pato espumante bruto, Maria Gomes 2010

Vem mesmo a propósito dos relatos anteriores. Um aniversário de um dos comensais habituais foi um pretexto para abrir uma garrafa de espumante para festejar o meio da década dos 50...

Voltei a escolher um espumante da Bairrada, e optei por um Luís Pato, espumante bruto feito com 90% de Maria Gomes e 10% de Baga. Ao fim e ao cabo, seguindo o mesmo princípio dos champanhes, com a utilização de castas brancas e tintas, embora neste caso com a percentagem de Baga muito mitigada, pois o produtor também elabora um espumante blanc de noirs, só com Baga.

Gostei deste. A Maria Gomes é uma casta que se comporta sempre muito bem nos vinhos da Bairrada, conferindo alguma consistência e frescura aos vinhos em que entra, sendo a Baga quase um complemento para acrescentar alguma estrutura. O vinho é suave, macio, agradável na prova e com boca fresca e média persistência. Bom para entradas, sobremesas, pratos leves, em suma para beber e conviver. O preço é excelente, pelo que tem uma óptima relação qualidade-preço.

Kroniketas, enófilo esclarecido


Vinho: Luís Pato espumante bruto, Maria Gomes 2010 (B)
Região: Bairrada
Produtor: Luís Pato
Grau alcoólico: 12%
Castas: Maria Gomes (90%), Baga (10%)
Preço: 6,99 €
Nota (0 a 10): 7,5

Sem comentários: