quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Na Garrafeira Nacional 1 - Douro, Rio de patrimónios e Quinta da Leda 2009



A apresentação da nova colheita do novo Quinta da Leda 2009 foi uma oportunidade para mais uma deslocação à Garrafeira Nacional, na baixa lisboeta, onde decorreu ao mesmo tempo a apresentação de um novo livro de José A. Salvador sobre o rio Douro e a sua ligação à cultura do vinho, Douro - Rio de patrimónios.

Esteve presente o enólogo da Casa Ferreirinha, Luís Sottomayor, que falou sobre as características deste fantástico vinho e do seu enquadramento no portefólio dos vinhos da Sogrape. Pena foi que não estivesse presente o autor do livro, estando apenas dois representantes dos CTT, que apadrinha o lançamento do livro. Assim, foi possível conversar acerca dos vinhos da Sogrape mas não acerca do livro sobre o rio Douro.

Quanto à prova do Quinta da Leda 2009, o mínimo que se pode dizer é que estava magnífico como se esperava. Mantém o perfil eminentemente elegante que o caracteriza sem perder uma notável persistência e profundidade aromática a par com uma boa estrutura na boca. Mesmo os 14,5% de álcool que esta colheita apresenta não prejudicam o equilíbrio da prova. Parece ser vinho para longos anos de vida na garrafa, e deverá merecer prova à mesa quando a ocasião se proporcionar.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Sem comentários: