segunda-feira, 23 de outubro de 2017

No meu copo 626 - Santos da Casa rosé 2016

  

Decorreu no passado dia 31 de Agosto, no jardim do restaurante Eleven, no alto do Parque Eduardo VII, a apresentação do Santos da Casa 2016, o primeiro rosé da Santos & Seixo, empresa criada em 2014 com o intuito de abranger várias regiões vitivinícolas do país para a produção dos seus vinhos.

Actualmente a Santos & Seixo tem a sua produção focada essencialmente no Douro e no Alentejo, embora tenha já apresentado também um Alvarinho da sub-região Monção-Melgaço dos Vinhos Verdes.

No final de tarde em que decorreu a apresentação deste rosé, sob o lema “Santos da Casa fazem milagres”, foi possível degustar o rosé em lançamento e ainda provar um Santos da Casa branco.

No que se refere a este rosé, o milagre ainda vai ter de aguardar mais algum tempo, pois o vinho necessita de alguma afinação. Produzido quase na totalidade com Touriga Nacional (90%) e o restante com Tinta Roriz, o aroma não evidencia as notas florais e de frutos vermelhos que normalmente a Touriga confere, e que é bem evidente nos rosés. Em parte dever-se-á ao facto de o vinho provir parcialmente da sangria de cuba.

Sem querer entrar em campos que não são meus e onde não tenho autoridade técnica para argumentar, como consumidor a experiência mostra que a sangria de cuba não favorece as características mais desejáveis num rosé, como a frescura, acidez, aromas mais frutados e vivacidade na prova de boca. Parece-me que esse será um aspecto a ter em conta em futuras produções deste rosé, que na prova isolada mostrou-se algo liso na boca.

Como no final o produtor teve a gentileza de nos presentear com uma garrafa do néctar, pude mais tarde prová-lo em casa, calmamente e à mesa. Aí revelou-se um pouco melhor, mostrando um final de boca mais vivo e intenso, embora ainda um pouco curto e algo adocicado.

Parece-me que tem tudo para melhorar, mas ainda há passos a ser dados em direcção ao milagre. Vamos ver entretanto como se comportam os restantes vinhos do portefólio, nomeadamente os tintos, quando tivermos oportunidade de nos cruzarmos com eles.

Obrigado à agência de comunicação Chefs Agency e à Santos & Seixo pelo convite que nos foi endereçado e pela oferta da garrafa de rosé.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Santos da Casa 2016 (R)
Região: Douro
Produtor: Santos & Seixo
Grau alcoólico: 12,5%
Castas: Touriga Nacional (90%), Tinta Roriz (10%)
Preço: cerca de 6 €
Nota (0 a 10): 7

Sem comentários: