quarta-feira, 6 de setembro de 2017

No meu copo 617 - Poço do Lobo, Arinto 1995

Depois duma pausa para férias, voltamos à escrita a tentar pôr a escrita em ordem. E não resisto a começar por um branco pós-férias, adquirido na Garrafeira Néctar das Avenidas que de vez em quando proporciona a aquisição de vinhos velhos e em particular das Caves São João.

Este é um monocasta Arinto de 1995 da Quinta do Poço do Lobo, que mostrou uma frescura e uma juventude surpreendentes. De cor amarelo carregado e aroma limpo, apresentou-se com boa frescura e acidez mas sem sinais de redução, corpo redondo e elegante, boa estrutura e final persistente.

Nem sempre me é fácil apreciar vinhos brancos velhos, que ficam muitas vezes com aromas apetrolados e algum mofo, mas este quase parecia jovem. Um jovem de 22 anos cheio de saúde e aparentemente com muita vida pela frente.

Se tiver oportunidade, voltarei a prová-lo. Mais uma vez, parabéns às Caves São João pela excelente conservação que faz dos seus vinhos.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Poço do lobo, Arinto 1995 (B)
Região: Bairrada
Produtor: Caves São João
Grau alcoólico: 12%
Casta: Arinto
Preço: 9,50 €
Nota (0 a 10): 8

Sem comentários: