quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

No meu copo 497 - Herdade do Perdigão Reserva 2005

Temos bebido este vinho espaçadamente, em ocasiões especiais. Sempre com enorme sucesso junto dos bebedores de ocasião.

A última prova não fugiu à regra. Às primeiras gotas deglutidas, os provadores multiplicaram-se em elogios à pujança deste vinhos, à exuberância dos aromas, à estrutura e à persistência.

Muito encorpado mas com as arestas bem limadas e os taninos arredondados, o traço vegetal da Trincadeira está bem complementado com a robustez do Aragonês e algum apimentado do Cabernet Sauvignon, a par com um toque a frutos vermelhos que sobressai com a evolução e envelhecimento dos vinhos da casta.

É um vinho que pode ser comprado a bom preço em circunstâncias de ocasião. O preço de referência costuma andar à volta dos 25 €. Em certas promoções, como foi o caso desta garrafa, conseguiu-se por menos de metade. Por este valor, é imperdível, e ainda recentemente encontrei a colheita de 2008 a 9,99 €, o que é quase oferecido...

Ao preço normal, apesar da elevada qualidade, há que pensar duas ou três vezes... Mas a qualidade está lá e é inegável.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Herdade do Perdigão Reserva 2005 (T)
Região: Alentejo (Monforte - Portalegre)
Produtor: Herdade do Perdigão
Grau alcoólico: 14,5%
Castas: Trincadeira (80%), Aragonês (15%), Cabernet Sauvignon (5%)
Preço em feira de vinhos: 11,49 €
Nota (0 a 10): 8,5

Sem comentários: