quarta-feira, 2 de setembro de 2015

No meu copo 472 - Vila Santa, Trincadeira 2011

Um vinho clássico do Alentejo, com uma casta clássica. A cada vez menos badalada Trincadeira desta vez aqui em destaque num dos vinhos monocasta de João Portugal Ramos.

No aroma mostra uma boa concentração de fruta madura, com um toque vegetal típico da casta. Na boca sente-se volumoso, cheio, estruturado, com taninos suaves e final longo e persistente.

Estagiou seis meses em meias pipas novas de carvalho francês, apresentando a madeira muito discreta e integrada no conjunto, sem se destacar mas dando apenas aquele toque necessário para “temperar” o vinho.

Em suma, mais um produto que faz jus ao nome consagrado deste produtor e enólogo que ajudou (e de que maneira) a mudar o panorama dos vinhos nacionais um pouco por todo o lado, e principalmente a sul, levando um pouco o Alentejo a reboque.

Um valor sempre seguro, como praticamente tudo o que sai da adega Vila Santa.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Vila Santa, Trincadeira 2011 (T)
Região: Alentejo (Estremoz - Borba)
Produtor: João Portugal Ramos Vinhos
Grau alcoólico: 14%
Casta: Trincadeira
Preço em feira de vinhos: 7,99 €
Nota (0 a 10): 8

Sem comentários: