sábado, 18 de julho de 2015

Hello Summer Wine Party 2015 no Hotel Marriott

    

Decorreu no passado dia 25 de Junho nos jardins do Hotel Marriott, em Lisboa, uma prova de vinhos dedicada à celebração da chegada do Verão, organizada pela revista “Paixão pelo vinho”.

O evento contou com a presença de cerca de 30 produtores de várias regiões do país, e juntou cerca de 1000 visitantes. Foi uma oportunidade para passar um fim de tarde ao ar livre na companhia de algumas caras conhecidas, de alguns vinhos conhecidos e outros não. O tempo quente convidava mais à frescura, pelo que provei sobretudo brancos e espumantes, e menos rosés (disponíveis em quantidade escassa) e tintos.

Espalhadas pelo jardim e junto à piscina estavam as mesas com os vinhos dos diversos produtores, pelo que fui andando por ali sem percurso pré-estabelecido. Primeiro fiz uma volta de reconhecimento para saber quem estava onde, e em seguida fui provando aqui e ali de forma mais ou menos aleatória.

Comecei no Altano branco e tinto, da Symington, detive-me um pouco mais na mesa da Dão Sul, onde estavam à disposição vinhos da Quinta de Cabriz, da Quinta do Encontro e da Herdade do Monte da Cal. Pude comprovar a qualidade dos espumantes e dos brancos de Encruzado.

Reencontrei os vinhos do Monte da Serenada, que tinha conhecido no último Outono no Mercado de Vinhos do Campo Pequeno, e de lá trouxe um branco Edição Especial e um tinto Cepas Cinquentenárias para casa. Passei pela Roquevale para provar um tinto Reserva, provei uns brancos na Quinta de S. Sebastião, um dos produtores emergentes na região de Lisboa, e parei para fazer uma ronda pelo portefólio da Quinta do Gradil, onde estava uma nova marca de entrada de gama, o Castelo do Sulco.

Provei um novo rosé da Casa Cadaval e detive-me um pouco nos verdes da Quinta da Covela, da Quinta da Lixa e da Quinta da Calçada. Dado o calor que se fazia sentir não apetecia muito provar tintos, mas antes refrescar a boca com brancos, quase ao estilo de refresco.

Em seguida ainda se ia realizar um jantar com harmonizações com os vinhos Lua Cheia em Vinhas Velhas, e como não estava inscrito no mesmo e entretanto a noite caía, estava na hora de regressar. Não refiro nenhum dos vinhos provados em especial, porque a oferta era muita e o tempo disponível escasso.

Vale a pena destacar a iniciativa e o bom ambiente e a animação sentida naquele espaço, de facto muito bem escolhido para a ocasião. De facto, o mais importante ali foi o convívio com alguns velhos e outros novos conhecidos e um brinde à chegada do Verão, com uma nova geração de vinhos brancos em destaque, a reposicionar o vinho branco noutro patamar de consumo. Uma certeza evidente é que os brancos portugueses estão cada vez melhores e cada vez há mais escolha de qualidade. É bom para o mercado e para o consumidor. Todos saímos a ganhar.

O meu agradecimento à organização pelo convite e pela oportunidade proporcionada para estar presente neste evento.

Até uma próxima oportunidade.

Kroniketas, enófilo em modo de Verão

Sem comentários: