segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Encontro com o vinho e sabores 2012 – Notas pós-evento

Fez agora uma semana que se realizou mais uma edição do Encontro com o Vinho e Sabores, organizada pela Revista de Vinhos no Centro de Congressos de Lisboa.

Desta vez, ao contrário do habitual, eu e o Politikos deslocámo-nos lá ao fim da tarde de 6ª feira, aproveitando a proximidade do local de trabalho e uns convites obtidos à última hora, e também uma previsível menor afluência nesse primeiro dia.

À entrada deparámos logo com o jornalista José Silva, da Hora de Baco, aproveitando para meter conversa com ele por uns minutos e registar uma fotografia para a posteridade.

Esta visita de 6ª feira foi oportuna porque nos permitiu estar em vários stands à conversa durante longos minutos, coisa que no sábado e domingo se torna impossível. Provámos melhor e com mais tempo e encontrámos uma série de comparsas com quem nos vamos cruzando por aí noutras provas.

No sábado à tarde e já com o grupo mais extenso completámos o périplo, confirmando a impossibilidade de sequer nos aproximarmos de alguns expositores, dada a aglomeração de pessoas. A certa altura, e já para o fim da tarde, os corredores estavam apinhados, quase não se conseguindo andar por ali. Não sei se num futuro próximo não será necessário equacionar a mudança de local para os pavilhões da nova FIL, no Parque das Nações.

Entre muitos mais brancos, espumantes e rosés do que é habitual, as grandes revelações das provas para mim foram um Quinta da Dôna feito de Baga, das Caves Aliança, e um Frei João Reserva tinto de 1985 e um Porta dos Cavaleiros branco de 1985, das Caves São João. As excepções no meio dos vinhos novos, frutados e alcoólicos que pululam um pouco por todo o lado.

Para o ano, naturalmente, há mais.

Kroniketas e os outros

Sem comentários: