sábado, 11 de fevereiro de 2006

No meu copo 18 - Dão Caves Velhas branco 2003

Após uma longa digressão pelos tintos alentejanos, finalmente “something completely different”. Um vinho do Dão e logo um branco, que é coisa que por estas bandas não nos tem passado muito pelo estreito.

Este Dão Caves Velhas 2003 foi uma garrafa de branco que veio como oferta na compra de duas de tinto. Experimentei-o ao longo de vários dias com diversos pratos: massa com carne (tipo massa italiana), pescada com molho e bacalhau no forno. Foi com este que casou melhor.

É um vinho de cor citrina, com alguma estrutura, encorpado e que por isso fica melhor com pratos de peixe com algum peso mas não demasiado. Por exemplo, com a massa italiana o vinho abafou o sabor do prato.

Não é um vinho com grandes pretensões. Não encanta, mas também não envergonha. Mas é preciso escolher bem o prato com que é servido. Em todo o caso, pelo preço que custa não se pode exigir muito mais.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Caves Velhas 2003 (B)
Região: Dão
Produtor: Caves Velhas - Enoport
Grau alcoólico: 12%
Preço em feira de vinhos: cerca de 2 €
Nota (0 a 10): 5,5

Sem comentários: