sexta-feira, 11 de julho de 2008

No meu copo 189 - Encostas de Estremoz, Touriga Nacional 2003

Outro vinho provado há algum tempo, ainda antes de aparecerem novas marcas deste produtor, actualmente com um leque de produtos bastante mais alargado.

Este foi um daqueles vinhos que às vezes se compram mais por curiosidade e pelo baixo preço, sem criar grandes expectativas à partida, tendo em conta a imensidão da oferta.

A garrafa foi aberta numa refeição de caça, para acompanhar um prato de lebre. Ao primeiro golo fiquei agradavelmente surpreendido, com uma boa estrutura na boca a envolver bem o álcool, a par com uma boa intensidade aromática. Nem estava a ligar muito à informação do vinho, até que resolvi olhar melhor para a garrafa. Só então é que dei atenção à menção, que aparecia cá no fundo, à Touriga Nacional, e fiquei a pensar que este é um bom exemplo do aproveitamento da Touriga noutras paragens longe do Dão e do Douro.

Ao contrário de outros exemplos que por vezes vamos apanhando por aí, em que a “tourigização” do país nem sempre se torna uma mais-valia, esta pareceu-me uma aposta bem conseguida, com o aroma floral da Touriga a domar e amaciar o corpo e a pujança do Alentejo.

Daí para cá apareceram outras variantes e outros nomes desta casa, que a julgar por esta amostra poderão merecer mais atenção.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Encostas de Estremoz, Touriga Nacional 2003 (T)
Região: Alentejo (Estremoz - Borba)
Produtor: Encostas de Estremoz, Sociedade Agrícola
Grau alcoólico: 14%
Casta: Touriga Nacional
Preço em feira de vinhos: 3,49 €
Nota (0 a 10): 7,5

Sem comentários: