quinta-feira, 27 de março de 2008

Krónikas do Alto Alentejo (XVII)

No meu copo, na minha mesa 171 - Arte Real 2004; Restaurante Solar do Forcado (Portalegre)




A visita ao Solar do Forcado esteve quase para não se realizar, por falta de tempo, e foi-me sugerido quase em cima da hora que não deixasse de lá ir. Depois de uma primeira tentativa ao almoço, onde o espaço estava completamente cheio, e duma outra ao jantar onde ainda havia pessoas de pé à espera, a última tentativa foi logo ao início da noite, pouco depois das 19 horas, não fosse o diabo tecê-las. Fui o primeiro a entrar no restaurante.

O espaço é pequeno mas agradável e aconchegado. Pelo que percebi, deve ser frequente irem lá grupos, que esgotam rapidamente a lotação. As paredes estão decoradas com imagens alusivas à tourada, ou não fosse o Solar do Forcado.

A sugestão de ementa também já ia anotada: espetada de toiro bravo. Muito boa carne, não demasiado passada como convém, acompanhada com batatas fritas e salada de tomate. Uma boa dose para uma pessoa. Claro que depois da espetada de novilho do Rolo Grill qualquer outra fica a perder, mas não deixou de ser uma boa escolha. Enquanto esperava fui-me entretendo com umas tiras de presunto que ajudaram a enganar o estômago.

Para sobremesa voltei a escolher um doce tradicional, o fidalgo, mais uma vez delicioso.

Para acompanhar, estando sozinho na ocasião, foi-me sugerida meia garrafa do vinho da casa, o Arte Real do Monte Seis Reis, em Estremoz. Até agora só tinha provado um vinho desta casa que não me tinha agradado por aí além, e resolvi experimentar este, que será a entrada de gama. Não se saiu mal. Não sendo excelente cumpriu bem a sua função, mostrando-se equilibrado, frutado quanto baste e suave na prova de boca, com aromas pouco exuberantes mas alguma predominância a fruto maduro, corpo médio e persistência igualmente média. Um vinho que para o dia-a-dia é capaz de não ser uma má escolha (tendo em conta o preço que custou a meia garrafa no restaurante, certamente custará menos de 4 € no comércio).

Não tendo sido uma refeição lauta, deixou uma boa impressão do restaurante. Serviço rápido e atencioso, que não deu para perceber como será com mais gente, mas cumpriu os requisitos de qualidade esperados. O preço também não pesou muito. É mais um para anotar na lista dos recomendáveis.

Kroniketas, enófilo itinerante

Vinho: Arte Real 2004 (T)
Região: Alentejo (Estremoz - Borba)
Produtor: Sociedade Agrícola Monte Seis Reis Vinhos
Grau alcoólico: 13%
Preço no restaurante (garrafa de 37,5 cl): 2,90 €
Nota (0 a 10): 6,5

Restaurante: Solar do Forcado
Rua Cândido dos Reis, 14
Telef: 245.330.866
7300-129 Portalegre
Preço por refeição: 20 €
Nota (0 a 5): 4

Sem comentários: