terça-feira, 6 de novembro de 2007

Tintos a menos de 10 €

No seu número de Outubro, a Revista de Vinhos apresentou um painel de prova de vinhos tintos a menos de 10 €, com bastante boas classificações. No artigo é referido o facto de, segundo os produtores, esta ser a gama mais difícil de vender. São vinhos que já não são baratos, por um lado, e estão um pouco longe dos topos de gama. Quem quer comprar realmente barato não chega a este segmento.

Não deixa de existir aqui, quanto a mim, alguma contradição, porque na minha opinião é precisamente neste segmento que se encontram os melhores vinhos sem ser a preços proibitivos, ou seja (e esta é uma opinião meramente pessoal), é aqui que encontro a melhor relação qualidade/preço na maior parte dos vinhos. Abaixo dos 5 € encontramos muitos vinhos demasiado vulgares e que, muitas vezes, não chegam a merecer o pouco que custam. Daqui para cima começa a ser complicado investir para preencher a garrafeira, porque gastamos numa garrafa aquilo que podemos gastar em 3 ou 4. Por isso é realmente no patamar entre os 5 e os 10 € que mais invisto e onde consigo beber vinhos com muito prazer sem gastar uma fortuna em cada garrafa. Vários dos vinhos apresentados são presença obrigatória nas nossas garrafeiras e nas nossas sugestões.

Posto isto, vamos ao que interessa: o painel de prova. São quase 40 vinhos provados, com notas entre os 15 e os 17 valores, ordenados como se segue (os preços de referência são os indicados no artigo, embora se possa encontrar alguns mais baratos, nomeadamente nas feiras de vinhos):

17
Dão - Casa de Santar Reserva 2004 (10 €)
Alentejo - Cortes de Cima 2004 (10 €)

16,5
Dão - Quinta de Saes, Estágio Prolongado Reserva 2005 (9,95 €)
Douro - Quinta dos Aciprestes Reserva 2004 (9,80 €)
Terras do Sado - Só Syrah 2004 (9,50 €)

16
Alentejo - Alabastro Reserva 2004 (5,50 €)
Alentejo - Conde D’Ervideira Reserva 2005 (10 €)
Alentejo - Monte da Ravasqueira 2005 (6,50 €)
Alentejo - Vinha da Defesa 2005 (7,60 €)
Beiras - Casa D’Aguiar 2005 (6,50 €)
Dão - Cabriz Reserva 2004 (7 €)
Douro - Crasto 2006 (9,50 €)
Douro - Foral Grande Escolha 2004 (5,50 €)
Douro - Novus 2005 (7,50 €)
Douro - Prazo de Roriz 2005 (8,50 €)
Douro - Quinta do Portal 2005 (6,40 €)
Douro - Quinta de la Rosa 2005 (8,50 €)
Douro - Quinta do Vallado 2005 (6,99 €)
Estremadura - Grand’Arte, Alicante Bouschet 2005 (8 €)
Palmela - Quinta da Mimosa 2005 (6 €)
Terras do Sado - Periquita Reserva 2004 (8,50 €)

15,5
Alentejo - Borba Reserva 2003 (8,90 €)
Alentejo - Dom Martinho 2005 (7 €)
Alentejo - Foral de Évora 2005 (9,35 €)
Alentejo - Herdade do Pinheiro 2004 (7,15 €)
Alentejo - Monte das Servas, Colheita Seleccionada 2005 (7,60 €)
Alentejo - Vinha da Tapada Coelheiros 2005 (5,90 €)
Bairrada - Quinta do Encontro, Preto e Branco 2004 (7 €)
Dão - Quinta do Penedo 2006 (15,5 €)
Dão - Quinta dos Carvalhais 2004 (9 €)
Douro - Curva 2005 (6,20 €)
Douro - Domini 2004 (6,50 €)

15
Alentejo - ACR Reserva 2003 (Redondo) (6 €)
Alentejo - Casa de Santa Vitória 2005 (5,28 €)
Alentejo - Comenda Grande 2005 (6 €)
Alentejo - Herdade do Peso 2004 (9 €)
Estremadura - Quinta de Chocapalha 2005 (8,95 €)
Ribatejo - Quinta da Alorna, Castelão 2005 (4 €)
Terras do Sado - Adega de Pegões, Syrah 2005 (5,60 €)


Claro que nem todos os que estão aqui são do nosso agrado, nem todos são do nosso conhecimento em termos de prova. Mas que há muita coisa que vale a pena, sem dúvida que sim. É uma lista para referência futura.

Kroniketas, enófilo organizado

Sem comentários: