segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

No meu copo 9 - Cimarosa Reserva Privada, Chardonnay 2003

Uma oferta trouxe ao meu copo este vinho branco chileno, para mim desconhecido. Feito a partir da casta Chardonnay e fermentado em madeira, segundo a indicação do contra-rótulo, juntamente com os 13,5º de álcool, revelou-se apropriado para carnes brancas ou peixes no forno, pois revelou uma estrutura robusta (para o que é habitual nos vinhos brancos), com corpo cheio e um paladar intenso.

Os vinhos brancos fermentados em madeira ganham uma intensidade e uma adstringência na boca que os torna apropriados para pratos bem apaladados, batendo-se perfeitamente com alguns pratos de carne. Por outro lado, a casta Chardonnay dá aos vinhos um corpo e um aroma (às vezes enjoativo) que se sobrepõe a pratos muito delicados. Experimentei-o, por exemplo, com um prato de massa com carne do tipo italiano, e o sabor do vinho sobrepôs-se ao do prato.

Pessoalmente gosto mais dos brancos leves e abertos, mas para quem gosta deste género só é preciso acertar com o prato: peixe no forno, bacalhau, carnes grelhadas, poderão ser boas apostas para acompanhar este branco chileno.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Cimarosa Reserva Privada, Chardonnay 2003 (B)
Região: Central Valley (Chile)
Produtor: Chaval, S. A. - Santiago
Grau alcoólico: 13,5%
Casta: Chardonnay
Preço: desconhecido
Nota (0 a 10): 6

Sem comentários: