quinta-feira, 1 de março de 2018

No meu copo 658 - Alcube, Fernão Pires e Moscatel 2015; Quinta de Alcube, Castelão e Cabernet Sauvignon 2013

Localizada na serra da Arrábida, próximo de Azeitão, a Quinta de Alcube é um projecto de dimensão familiar, dedicada à produção de vinhos e queijos, contemplando também uma vertente de enoturismo com três casas rústicas (Casa Moscatel, Casa Castelão e Casa Trincadeira) rodeadas pelo campo.

Até hoje foram escassos os contactos com os vinhos deste produtor, sendo que um amigo permitiu-me degustar um branco e um tinto que tinha em casa.

O branco, produzido com duas castas emblemáticas da região, mostrou-se algo parco de aromas, que se esperavam mais intensos. Embora marcado por alguma doçura e suavidade do Moscatel e com alguma estrutura do Fernão Pires, não é um vinho que se destaque à mesa, acabando por ficar um pouco neutro.

Já o tinto, também com uma casta típica da região no lote, apareceu um pouco mais intenso e estruturado, com notas caramelizadas e compotadas e achocolatadas, com final marcado por alguma especiaria. Leves notas amadeiradas envolvem o conjunto sem se sobrepor em demasia.

O primeiro contacto com um tinto desta casa aconteceu há muitos anos no Encontro com o Vinho e Sabores. Neste caso as expectativas não foram completamente satisfeitas. Aguardemos por novas oportunidades.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Região: Península de Setúbal
Produtor: Quinta de Alcube

Vinho: Alcube, Fernão Pires e Moscatel 2015 (B)
Grau alcoólico: 13,5%
Castas: Fernão Pires, Moscatel
Preço: 4,76 €
Nota (0 a 10): 7

Vinho: Quinta de Alcube, Castelão e Cabernet Sauvignon 2013 (T)
Grau alcoólico: 14,5%
Castas: Castelão, Cabernet Sauvignon
Preço: 7,81 €
Nota (0 a 10): 7,5

Sem comentários: